Trabalho do Solo

Que seja experiente ou não, há uma étapa essencial a não falhar em jardinagem : o trabalho do solo.
Vai ser necessário qualquer que seja a plantação encarada, e deste depende em grande parte o sucesso da plantação. Não preciso de equipar-se de material importante, uma enxada ou uma pá serão suficiente se decidir plantar alguns arbustos. Em contrapartida, no caso de muitas plantações (sebe...), ferramentas mais pesadas e mais práticas serão mais adaptadas. Pense em alugar em vez de comprar, isso é muitas vezes bem mais económico.

raizes

Mais uma árvore é grande, mais as suas raizes vão precisar de lugar. Por isso, facilite a tarefa e começe a trabalhar o solo logo no início

Objectivos

Seja qual for a árvore ou o arbusto que plantar, o seu desenvolvimento é estreitamente ligado ao das suas raizes. É graças às suas raizes que alimenta-se, e portanto o seu crescimento e o seu rigor vão depender directamente do seu desenvolvimento raciniano.

O melhor desenvolvimento raciniano obtem-se num meio fresco e arejado. Assim uma raiz colocada ao ar livre num clima saturado em água vai desenvolver-se perfeitamente. Ao contrário, uma raiz mergulhada na água enfraquecerá por falta de ar. É portanto importante favorecer este equilíbrio ar/água, essencial ao desenvolvimento raciniano, pelo trabalho do solo.

Todos os conselhos sobre o trabalho do solo e a plantação vão ser guiados por este princípio.

Na prática

Pouco importa as ferramentas utilizadas, pá, trado, arado, é necessário virar o seu solo para arejar-o

A quantidade de terra a remexer não deve ser descuidada. Para jovens plantas em torrão ou com as raizes nuas, vamos tentar trabalhar o solo sobre uma amplitude de 40 cm e 40 com de profundidade. Para plantas mais idosos e portanto torrões mais importantes, a quantidade de terra trabalhada será evidentemente superior, e será proporcional à poda do torrão.

Cuidado, se o seu terreno deixar aparecer zonas mal drenadas: reperfile, ponha um dreno ou plante nestas zonas espécies que é possível plantar.

terrico

É necessário aplicar terrico ?

O terrico é naturalmente ácido, e convirá a todos os tipos de plantas, à excepção das plantas trufeiras.

Um terrico de qualidade compôe-se de turfas, de elementos que drenam como a casca de resinoso e de elementos nutritivos como o estrume. O facto de misturar terrico ao seu solo vai arejar e favorecer o enraizamento e o crescimento das suas árvores ou arbustos.

Sobretudo se o seu solo forr argiloso, arenoso, ou muito compacto.

Se tiver a possibilidade de ter estrume, ou se tiver muitos desperdícios de tosquia, isso é também eficaz. Enterre ligeiramente e deixe descansar vários meses antes da plantação.

Em contrapartida, nunca acrescente areia no seu solo, porque a areia vai asfixiar demasiado o meio.

 
Pépinières PLANFOR
1950 Route de Cère
40090 UCHACQ - FRANCE
Tel : 214.245.101
Fax : 0033 558 064 854