As lesmas

É uma das grandes pragas do jardim. As lesmas são prolíferas e vorazes mas é possível limitá-las mesmo não se conseguindo libertar delas completamente.

As lesmas

As lesmas

Os sintomas

Os estragos cometidos pelas lesmas são relativamente simples de identificar: as partes mais tenras das plantas estão roídas, a beira da parte estragada é irregular. As plantas atacadas têm rastos de baba, sinal que passaram moluscos por lá.

O ciclo

Uma lesma pode viver vários anos e estarem em actividade enquanto o tempo húmido e as temperaturas forem superiores a 0°C. Com o tempo quente fica em descanso. A lesma age, principalmente, durante a noite e durante os dias cinzentos e quanto o tempo está encoberto. Quando a luz volta, a lesma dirige-se para um abrigo húmido e sombrio, geralmente junto do pé da planta que atacou. As lesmas põem ovos no outono, um pequeno animal pode dar origem a 300 descendentes num ano (relembramos que as lesmas são hermafroditas!). Os ovos são enterrados na terra, a poucos centímetros da superfície.

Como lutar

Em caso de ataque em massa, apenas o uso de produtos anti-lesmas vos permitirá controlar a situação. O produto mais ecológico é o fosfato férrico que não apresenta perigo para os auxiliares do jardim, como os animais domésticos e os pássaros. Deve espalhá-lo à volta das plantas atacadas e voltar a tratar depois de cada chuvada forte pois o produto degrada-se com a humidade. A cinza da lareira também se pode utilizar da mesma forma mas é menos eficaz. Também pode inspecionar as plantas depois de cair a noite (com uma lanterna!). Segundo a sua escolha, resta-lhe matar as lesmas que poderá ter encontrado ou libertá-las bem longe do jardim.

Como evitar

As culturas serão mais vulneráveis às lesmas se estas encontrarem refúgios na proximidade. Tudo o que mantiver a terra húmida e ao abrigo da luz é susceptível de servir de abrigo a estes bicharocos: folhas mortas, protecção em plástico, etc. Nunca deixe este tipo de coisas próximo das plantas mais sensíveis. As lesmas deslocam-se mais facilmente nas superfícies com erva que sobre a terra limpa, onde são vulneráveis. Remexer, regularmente, a terra à volta das plantas mais susceptíveis de ser atacadas reduz fortemente o risco de ataque. Além disto também exporá os ovos às geadas invernais e assim reduzirá o número de lesmas pequenas.

O que deve saber

Para preservar um vaso de uma invasão de lesmas basta coloca-lo num vaso invertido e este em cima de um prato cheio de água. Constitui uma espécie de “fosso” que as lesmas não vão atravessar pois não sabem nadar! Também é possível proteger a zona colocando uma banda de cobre à volta, um pouco enterrada no solo, com 10 cm de altura: as lesmas não suportam o contacto com o metal.

M. Jean-Michel GROULT
 
Pépinières PLANFOR
1950 Route de Cère
40090 UCHACQ - FRANCE
Tel : 214.245.101
Fax : 0033 558 064 854