Esteja atento!

Para que as suas plantas sejam saudáveis o mais importante é a prevenção. Mas se um problema surge não fique à espera. Quanto mais depressa reagir e sabendo como atuar, mais fácil será cuidar das suas plantas, sem gestos desastrados !

Esteja atento!

Coroas-imperiais

Desde o primeiro sinal suspeito...

Verifique a planta detalhadamente. Mais vale parecer maníaco do que não se aperceber da instalação do primeiro indivíduo de uma praga que lhe causará problemas algum tempo depois. Temos o exemplo do escaravelho das coroas-imperiais. Este inseto vermelho-vivo (ordem coleóptera) pousa-se nos rebentos da coroa-imperial desde o mês de Abril. Alimenta-se da planta durante alguns dias e começa a por ovos ao mesmo tempo que mais indivíduos continuam a chegar. Se não fizer nada ao primeiro indivíduo haverá pelo menos uma dúzia de larvas que se vão regalar com a planta. Mas será ainda pior se não fizer nada aos outros escaravelhos que vão aparecer a cada semana que passa. Cobertas de excrementos, as larvas deste bicharoco passam despercebidas e fica fora de alcance, mesmo dos produtos de tratamento. Os rebentos das coroas-imperiais ficam enfraquecidos e acima de tudo podem mesmo não dar flor. No entanto se tiver um pouco de paciência e for observando e vir chegar os primeiros escaravelhos, manterá as suas coroas-imperiais saudáveis, e ainda por cima sem produtos químicos!

Uma folha manchada ?

Como os insetos mordiscam os vegetais, não fique à espera que a planta fique cheia de manchas nas folhas até começar a pensar no que poderá ser! As doenças, especialmente as que são provocadas por fungos (a primeira fonte de preocupações no jardim), evoluem lentamente. Numa árvore, este tipo de doença pode evoluir durante 15 anos. Mas quando é bem visível, por vezes já é tarde demais: a planta morre quando poderia ter sido salva há anos atrás!

Passear é trabalhar

Uma das tarefas essenciais no jardim é passear! Se vos acusarem de passar muito tempo no jardim a olhar para as vossas plantações, responda que está a jardinar, a verificar que está tudo bem... Mesmo se o seu jardim é pequeno consagre algum tempo à observação das plantas. Isto é ainda mais importante nos jardins pequenos que nos grandes. Quando o espaço é restrito as doenças desenvolvem-se mais rápido e os estragos são mais visíveis. Por outro lado, quando o jardim é grande as doenças evoluem mais rapidamente. Pode parecer injusto... e é: nos jardins maiores, o equilíbrio entre pragas e predadores é mais fácil. Num jardim de pequenas dimensões, onde apenas estão presentes uma parte dos reguladores naturais, é necessário compensar esta falta por uma observação atenta da vegetação, à espreita do primeiro sinal anormal ou preocupante.

Não tenha o reflexo "pschiit"

Nem pense em usar o pulverizador ao primeiro problema ! Poderá mesmo agravar a situação pois pode usar um produto que não se adapta à situação. Além disso, os produtos disponíveis no comércio são restritos, o que deve levar o jardineiro a primeiro pensar antes de agir...

M. Jean-Michel GROULT
 
Pépinières PLANFOR
1950 Route de Cère
40090 UCHACQ - FRANCE
Tel : 214.245.101
Fax : 0033 558 064 854